[RESENHA] Nunca Mais Rachel






  Livro: Nunca mais Rachel.
  Titulo original: Left Neglected.
  Autora: Lisa Genova
  Editora: Nova Fronteira- Casa dos Livros
  Ano: 2012
  Páginas: 287














SINOPSE
''Sarah Nickerson é como qualquer outra supermãe extremamente dedicada à sua carreira em Welmont, um afluente subúrbio de Boston onde vive uma vida agitada mas próspera com o marido Bob, uma babá de confiança e três filhos — Lucy, Charlie e Linus, de nove meses. Entre recrutar as melhores e mais brilhantes mentes como vice-presidente de recursos humanos da Berkley Consulting, levar as crianças para o futebol, a creche e aulas de piano; convencer a professora do filho que ele não sofre de fato de transtorno do déficit de atenção e chegar em casa a tempo para o jantar, é um assombro que essa superocupada e excepcionalmente bem-sucedida ex-aluna de Harvard encontre tempo para respirar. Um balão confesso prestes a estourar, Sarah administra miraculosamente cada segundo de sua vida como um controlador de tráfego aéreo. Até que, num dia fatídico, quando está indo de carro para o trabalho, ela tenta dar um telefonema e desvia os olhos da estrada por um segundo a mais. Num piscar de olhos, todas as partes em rápido movimento de sua vida abarrotada são bruscamente interrompidas. Uma lesão cerebral traumática apaga por completo a parte esquerda de seu mundo, e Sarah tem de passar a prestar estreita atenção aos detalhes que a cercam, inclusive à sua mãe até então ausente. Sem perceber a comida do lado esquerdo de seu prato ou mesmo sua própria mão esquerda, ela é forçada a procurar respostas no vazio desse estranho hemimundo — com relação tanto ao passado quanto ao futuro incerto. Agora, quando se obriga a reconquistar sua independência e curar-se, Sarah tem de aprender que seu destino real — sua nova, verdadeira vida — pode estar muito longe do mundo das teleconferências e das planilhas. E que uma felicidade e uma paz maiores que todo o sucesso no mundo estão bem ao seu alcance, contanto que diminua sua velocidade o suficiente para percebê-las.''



Um livro sobre uma doença até então pra mim desconhecida: Negligência esquerda. Causada por uma lesão no lado direito do cérebro, ela causa literalmente o que o nome diz, faz com que a pessoa não perceba o lado de esquerdo de nada, seja do seu corpo, do espaço que ocupa ou de um objeto.  No caso de Rachel ela lhe tira o lado de esquerdo, mas lhe dá coisas mais preciosas. Mulher moderna Rachel é mãe de três lindas crianças, a adorável Lucy, o bebê Linus e o mais velho Charlie. Seu marido Bob é carinhoso e atencioso e tão ocupado quanto ela, que é vice presidente executiva de uma grande empresa, e vive correndo pra todo lugar e nunca tem tempo pra nada, até que um grave acidente de carro lhe faz desacelerar. O acidente também, trás de  volta a mãe de Rachel, com quem ela nunca teve muito contato devido a grandes mágoas do passado. Após o choque do acidente, ela e seu marido têm que lidar com problemas financeiros e ainda o recém descoberto  Transtorno do Déficit de Atenção de Charlie. Um livro não só sobre Negligência esquerda, mas sobre perdão, sobre valorização da vida, e sobre a importância de "desacelerar" de vez em quando, antes que seja tarde demais.
Lisa Gênova mais uma vez, nos surpreende com um romance intenso e cheio de informações que nos trazem conhecimento e reflexão. 

No nosso mundo atual, estamos perdendo cada vez mais tempo com a rotina, cada mais tempo com trabalho, com estudo a fim de ter dinheiro e bens e esquecendo de viver. É esse apelo que Lisa faz nessa obra, pra que por mais que a gente necessite de dinheiro, por mais que tenhamos que buscar um futuro melhor e afins, precisamos VIVER, precisamos aproveitar as coisas boas enquanto ainda há tempo! E é necessário fazer isso por conta própria, sem precisar que uma doença ou algo do tipo nos mostre isso.

Espero de verdade que leiam esse livro e que reflitam essas pequenas grandes questões.


Beijos de luz, da Jess

Comentários

Postar um comentário